Carregue e acrescente vários arquivos CSV com o conector do Amazon S3

Se a sua empresa armazena dados CSV no Amazon S3, você agora terá uma maneira mais fácil de levá-los para o Analytics. Anteriormente, você precisava baixar os arquivos localmente e então carregá-los para o Analytics de modo manual. Para mesclar os dados de vários arquivos, você precisava usar o fluxo de dados ou uma receita. Agora o conector do Amazon S3 faz tudo isso para você.

Onde: Esse recurso se aplica ao Einstein Analytics no Lightning Experience e Salesforce Classic. O Einstein Analytics está disponível na Developer Edition e, por um custo extra, nas edições Enterprise, Performance e Unlimited.

Quem: Para criar conexões, você deve ter uma licença de plataforma do Analytics Platform e a permissão para Adicionar conexões remotas do Analytics ou Gerenciar o Analytics.

Por quê: Vamos ver um exemplo. Você presta um serviço de suporte de retorno de chamada para os clientes no seu site. As chamadas são registradas automaticamente por semana em arquivos .csv separados em pastas mensais no Amazon S3. Aqui estão os arquivos semanais na pasta Janeiro.

Pasta no Amazon S3 contendo quatro arquivos

Usando o conector do Amazon S3, você pode criar uma conexão com essa pasta e carregar todos os arquivos quando a conexão for executada. O Analytics anexa as linhas de todos os arquivos em um único objeto.Conectar a guia no gerente de dados com o objeto de registros de chamada destacado

Como: Crie conexões com o conector Amazon S3 como faria com qualquer outro conector na guia Conectar do gerente de dados. Porém, uma vez que você está se conectando a uma pasta, e não a um objeto, considere os requisitos dessa pasta antes de criar uma conexão.

  • O caminho da pasta especificado nas configurações de conexão deve começar com o nome do bucket e não pode incluir a pasta à qual você deseja se conectar. Vamos usar os logs de retorno de chamada como um exemplo. O caminho para a pasta Janeiro aparece acima da pasta quando você a abre no S3.Captura de tela de um caminho de pasta acima da pasta aberta no Amazon S3O caminho da pasta no S3 começa com um nome de bucket (1), seguido por um nome de pasta (2). Neste exemplo, os arquivos de Janeiro estão em uma subpasta (3), que é a pasta à qual você deseja se conectar. Ao especificar o caminho dessa pasta nas configurações de conexão, você inclui somente a pasta pai e o bucket, não a pasta à qual você está se conectando. Campo Oath da pasta nas configurações de conexão
  • Os nomes de pasta no S3 devem seguir convenções de nomenclatura do desenvolvedor, sem espaços nem caracteres especiais.
  • Renomeie um dos arquivos na pasta S3 para schema_sample.csv. O Analytics usa esse arquivo para detectar o esquema dos dados .csv.Arquivo de amostra de esquema destacado na pasta do S3Quando você usa a conexão para conectar-se a uma pasta, o Analytics mostra uma visualização dos dados no arquivo schema_sample.csv. Nessa visualização, você pode visualizar e alterar atributos de campo para todos os arquivos que você está carregando da pasta.Captura de tela de visualização de dados ao usar uma conexão para conectar-se a uma pasta no Amazon S3
  • Cada arquivo que você deseja carregar da pasta S3 deve ter um nome de arquivo terminando em .csv. Cada arquivo também deve ter uma linha de cabeçalho e os mesmos campos que o arquivo schema_sample.csv. Um arquivo pode ter campos extras, mas eles não são carregados. O Analytics ignora arquivos que não cumprem esses requisitos.
  • Os nomes de campo na linha de cabeçalho de cada arquivo devem seguir convenções de nomenclatura do desenvolvedor, sem espaços nem caracteres especiais.
  • Você somente pode carregar arquivos inteiros, não partes de arquivos.